Bem Vindo


sábado, 31 de outubro de 2015

Asteroide Perto da Terra



E quem é supersticioso tem um motivo a mais para ficar preocupado nesse dia das bruxas. Um asteroide vai passar pertinho da Terra nesse sábado (31).
Mas nesses dias das bruxas, tem algo que poderia assustar bem mais. Um asteroide de 400 metros de largura vai passar raspando pela Terra nesse sábado (31). Raspando nos padrões astronômicos.
São 483 mil quilômetros de distância. É mais longe, por exemplo, do que a Lua. O TB145 foi apelidado de Spooky. Ele é 20 vezes maior do que o meteoro que explodiu sobre o céu da Rússia, em 2013. Na ocasião, a chuva de fragmentos deixou 1,2 mil pessoas feridas.
A Agência Espacial Americana, a Nasa, já mandou uma mensagem para tranquilizar. Não há qualquer risco desse asteroide atingir a Terra. Também não vai atrapalhar as telecomunicações. E só olhar para o céu não basta, apenas com telescópio vai dar para observar o asteroide.
O Spooky foi descoberto no último dia dez. Três semanas antes da aproximação máxima com a Terra. "Se ele estivesse vindo diretamente para o nosso planeta, seria tarde demais para fazer alguma coisa", explicou um dos astrônomos responsáveis por monitorar esse tipo de ameaça.
A Nasa tem um programa voltado exatamente para identificar e desviar meteoros ou asteroides que estejam em rota de colisão com a Terra. Os cientistas estimam que haja cerca de 5 mil objetos espaciais do tamanho do Spooky perto da órbita do nosso planeta.
Segundo a Nasa, um asteroide desses só atinge a Terra a cada 100 mil anos. E não vai ser nesse sábado (31).

Fonte: GLOBO.COM

domingo, 27 de setembro de 2015

Eclipse Com Super Lua



Hoje acontecera   um grande espetáculo celeste, terremos um eclipse lunar total e também um evento com a Super Lua, algo que se via desde 1982 e o próximo só em 2033. No Brasil poderá ser visto a partir das 21:11, quando a sombra da Terra começa a cobrir a Lua,e o eclipse total começara as 23:11, no horário de Brasilia.

Veja mais sobre:  A SUPER LUA
                           TIPOS DE ECLIPCE

O cientista da NASA Noah Petro espera que o fenômeno celeste desperte maior interesse na Lua. Como subdiretor do projeto Sonda Orbitante Lunar, estuda a órbita da Lua desde 2009.

"A Lua é um lugar dinâmico. Desde o projeto temos vistos mudanças na superfície da Lua. Vemos que não é um corpo celeste estático e morto.  É um grande objeto astronômico que temos em nosso quintal .... as pessoas deveriam sair para observá-lo", disse Petro.

O eclipse total vai durar mais de uma hora e será visível, caso o clima permita, na America do Norte e do Sul, Europa, África e Asia Ocidental.

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

O Tatuzão


Para a Paleontologia brasileira foi com muita alegria saber da descoberta de um completíssimo exemplar de tatu-gigante numa caverna na região de Iramaia, na Chapada Diamantina (Bahia), realizada por espeleólogos e pesquisadores da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos).


Seu peso era de 220 kgs podendo medir até  2 metros, muito diferente dos tatus que existem atualmente ele pertencia à espécie Holmesina major e foi estudado para dissertação de mestrado de Jorge Felipe Moura de Jesus, orientado por Marcelo Adorna Fernandes, pesquisador que ajudou  a reunir a maior coleção de pegadas fósseis do Brasil na própria  UFSCar.


Nosso monstro era, para todos os efeitos, uma versão de maior tamanho em relação aos atuais tatus existentes. Não  devemos confundilo com o GLIPTODONTES, extintos com uma enorme carapaça, parecidos com um fusca. A principal diferença entre aos atuais  a dieta do Holmesina Major era herbívoro de preferência grama, diferentemente do insetos e outros pequenos animais  consumidos pelos  atuais existentes.





Fonte: FOLHA UOL



quarta-feira, 5 de agosto de 2015

A Lua Azul


Ocorre  quando  a Lua aparece duas vezes  no mesmo mês, mas  esse evento so ocorre de 2 em 2 anos ou um pouco mais como aconteceu recentemente dia 31 de Julho.


Apesar do nome azul ela não aparece da cor azul . Talvez fique aparentando azul devido a variação climática deslocamento de nuvens  entre outros fatores naturais dependendo da região .

Em 1883 teve  um fato que  nesse ano teve lua azul  em Krakatoa junto com erupção vulcânica sendo vista  com luzes  vermelhas causada pela erupção do vulcão  ficando por um bom tempo.  

Próximas datas para ocorrer Lua Azul serão em:

2  e 31 de Janeiro  de 2018
 1 e 31 de  Outubro  de 2020
 1 e 31 de  Maio de  2026
 2 e 31 de  Dezembro  de 2028
 1 e 30 de  Setembro  de  2031
 1 e 31 de Julho  de  2034




terça-feira, 7 de julho de 2015

Interior da Terra è Muito Quente!!




Glitter Words o  passado geológico, nosso planeta era muito quente há cerca de 4,6 bilhões de anos. Com o longo período de tempo após  com resfriamento  lento  mais no interior da terra ainda é muito quente.




A radioatividade gerada pela desintegração de isótopos que existem nos minerais no interior da Terra, que ajudam a manter o calor no interior do planeta, afirma Alexandre Uhlein, professor e pesquisador em Geologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).


As camadas que vão indo em direção ao núcleo vão ficando mais quente, nos primeiros quilômetros a temperatura media é de 30 ou 40 graus Celsius. Mas apos certa profundidade com aumento de temperatura e pressão muito forte, estima-se cerca de 5.000 graus Celsius no núcleo da Terra ou até temperaturas bem superiores.


Existe risco de que o interior da Terra resfrie com o passar do tempo?  Segundo professor e pesquisador Norberto Sgarbi do departamento de Geologia da UFMG, não existe risco pois as rochas não são boas condutoras de calor, podendo  durar bilhões de anos.


Quando o resfriamento total ocorrer, o provável é que o campo magnético que protege a Terra diminua muito ou acabe, e a radiação solar acabara destruindo nossa atmosfera, ou tornara a vida no nosso planeta muito difícil.


Fonte: UOL CIÊNCIAS

domingo, 28 de junho de 2015

Cuidado com o Mosquito...



Glitter Words uito se fala sobre o combate ao mosquito que transmite a dengue existem varias maneiras de combater vamos falar sobre uma delas, entre os métodos para combater a dengue no país, é cada vez mais comum a abordagem que transforma o próprio mosquito transmissor da doença em agente para controlar epidemias. Segundo essa proposta, pesquisadores brasileiros desenvolveram agora uma técnica que consiste em fazer os mosquitos adultos levarem no seu próprio corpo, inseticida a criadouros ou locais inacessíveis às equipes de controle da dengue.

A técnica foi criada por cientistas do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) e do Instituto Leônidas e Maria Deane, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) na Amazônia.

A estratégia funciona da seguinte forma: as fêmeas do Aedes Aegypti e Aedes Albopluctus, transmissores da doença, são atraídas para as chamadas estações de disseminação. "Essas estações consistem em pequenos baldes com água parada limpa, principal foco do mosquito", explica o biólogo Sérgio Luz, da Fiocruz Amazônia. "Elas servem como armadilhas atrativas para as fêmeas depositarem os ovos".





Luz conta que as paredes internas dos baldes são recobertas com um pano preto em que é aplicado um inseticida em pó, o pyriproxyfen, muito potente contra as larvas dos insetos. "Quando um mosquito adulto pousa na superfície da estação de disseminação, pequenas partículas do inseticida grudam em suas pernas e seu corpo."

"Depois de contaminados, os mosquitos carregam o inseticida e contaminam a água de outros criadouros, matando as larvas já depositadas", afirma o biólogo. Ele explica que o pyriproxyfen é um larvicida aprovado pela Organização Mundial da Saúde, atóxico para seres humanos e que ataca apenas as larvas dos mosquitos. "Por isso, os insetos contaminados continuam vivos e conseguem carregá-lo", diz. "As larvas desses mosquitos  não atingem o estágio adulto, pois morrem entre 5 e 7 dias de formação.


O biólogo conta que, por um período de 20 meses (antes, durante e depois da colocação das estações de tratamento), foram monitorados cerca de  150 criadouros nos quais não havia sido aplicado inseticida. O crescimento até a fase adulta e a mortalidade das larvas nesses criadouros foram então calculados.

Segundo ele, os resultados obtidos são animadores: a mortalidade de larvas aumentou muito e o número de mosquitos adultos diminuiu de forma impressionante. "Antes de colocarmos em prática o método, havia uma mortalidade de no máximo, 10% das larvas dos mosquitos", diz.  "Com execução da nova estratégia, a taxa de mortalidade das larvas foi superior a 90%."

Mas vale lembrar em lugares que não tem esses recursos podemos usar os métodos tradicionais para evitar a dengue e combater os focos de acúmulo de água, locais propicios para a criação do mosquito transmissor da doença. Para isso, é importante nao acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixa d'agua, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.


Fonte:  CIÊNCIA UOL


quarta-feira, 11 de março de 2015

Tipos de Eclipse


Um eclipse acontece quando o sol, lua e a terra, deixa de ser aparente num determinado período por causa da posição de outro corpo celeste, acontece quando um corpo celeste fica em frente ao outro. na terra o mas comum é o eclipse solar  e o lunar.


No Eclipse Solar - Ocorre quando a lua fica entre  a Terra e o Sol, mesmo a lua sendo menor que o sol , ela  pode cobrir em nosso campo de visão por estar mas próxima da Terra desse modo  faz parecer maior, ele se apresenta em três fazes na primeira ele fica totalmente coberto, na segunda parcialmente e na terceira o sol fica coberto aparecendo como  um anel.



No Eclipse Lunar - A  Terra  vai estar no meio entre o Sol e a Lua, a sombra da terra deixando a lua escura durante alguns minutos. Assim com o eclipse do sol o lunar se passa em três fases a primeira fica totalmente coberta na segunda parcialmente e na terceira penumbra ficando mas aparente o brilho da lua cinza.



Mas para apreciar esses fenómenos  como os eclipses  deve - se  tomar certo cuidados usando objetos que podem facilitar a visualização como pedaços de vidro fume com opacidade acima de 13, mas cuidado  existe certos recursos que podem não proteger de forma adequada  como chapa de raio x, filmes fotográficos óculos escuros, esses matérias diminuem a iluminação mas não a proteção conta a radiação ultravioleta que pode causar serio problemas.

Nesse caso  o recomendado é visualizar por um curto período cerca de 20 segundos com intervalos de pelo menos  30 segundos, diminuindo a possibilidade de danos na retina.